Páginas

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Não consigo evitar

Sinto silencio enquanto meus olhos vêem gritos de dor
Neste quarto escuro a solidão me anceia
E teu rosto a me assombrar
Lembranças me fazem pensar
Por onde andas
Aquela que um dia me deixou
Em silencio minha alma insiste em gritar
E não consigo asseitar a tua ausência
Sempre em meus sonhos te vejo
Tão linda quanto na primeira vez que te vi
Sinto a falta dos teus beijos
E teus olhos a brilhar me dizendo "eu te amo"
Eu não me canso de esperar
Que isso tudo vai passar

Nenhum comentário:

Postar um comentário