Páginas

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Resposta

Como anônima mente via [ela]
Os pensamentos e o que ela dizia de mim
Já vi seus olhos brilharem e chorrarem de dor
Hoje eu sei o que o tempo quis dizer
Jezabel morreu em Monte Castelo
Eu nada sou, mesmo falando tantas linguás
Talvez o que digas anônima mente seja verdade
E em tudo em ti tenha razão
Talvez saibas que teus pensamentos vejo
Até suas cartas escondidas encontrei
Sejas feliz
É o que sinceramente dedico nesta ultima carta destinada a ti

Em paz eu digo que eu sou
O antigo do que vaia
Adiante

Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar
Distante

Nenhum comentário:

Postar um comentário