Páginas

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

A casa

Aquela casa de trés luzes na área
Aquela casa que tão longe fica, e perto tão longe vejo
O vidro em minha frente reflete um rosto estranho
E esse rosto é o meu
Vejo tudo o que não sou
Aquela casa estranha, que quando abro a janela não esta mais lá
São as luzes da rua a me enxergar e enganar
Aquela sensação de alguém estar olhando por traz daquele vidro preto
E no vidro sou eu

Nenhum comentário:

Postar um comentário