Páginas

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Dias

Te vi querendo
O que até os anjos querem
Um pouco desse sangue e suor
Mas já não somos quem somos
Mas ainda resta um pouco de nos
Não é saudade
Sentimos falta
Falta do que não tivemos
O vento passava
A poeira batia na mão e não pode segurar
O vento soprava pelo lado de fora da janela
Eu deitado o escutava
Mas não conseguia levantar
Antigamente não havia amanhã
E hoje talvez ainda não há
Mas consigo andar
Sangue frio fui em um papel escrevendo estradas
O ano novo não chega
Mas passa tão rápido...
E acaba

Um comentário: