Páginas

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Deixe a noite nos guiar

Pelo menos por hoje esqueça o resto
Deixemos de lado o mundo
Não temos hora para chegar
Passemos a noite acordados
Deixe a noite nos guiar
Acordemos a cidade com nossos risos loucos
Que ecoam no vazio da avenida central
As garrafas já estão quase vazias
E nosso desejo é mais
Queremos mais
Por que a noite não pode parar
Vamos fugir do sol
Hoje a noite não pode acabar
Comemoraremos a nossa não divindade
E com o nosso mundo chato tentaremos acabar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário