Páginas

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Prisão da liberdade sem rumo

Livre no espaço, vagando sem rumo, perdido sem estadia
Como a criança que anda em zigue e zague de bicicleta na rua deserta
Qual quer lugar é lugar
Qual que gota é o mar
Todo lugar não é seu

Nenhum comentário:

Postar um comentário