Páginas

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Noite envolvente

Minha estrela guia
Que me inspira e me ilumina
Segue sempre em meus delírios com tal envolvência
Em vestes negras e cabelos soltos ao ar
Plaina em minha volta ao me envolver
Arrasta-me por te seguir
Viajo ludibriado por teus encantos
Provo-te em meus lábios o sabor da sua divindade
Em gemidos escuto o doce som do prazer
Devoro-te sem ao menos me saciar
E me delicio vendo você já exausta em meio de aromas e gotas de suor
E por si só me vira para repousar sobre meu peito
E seus lindos longos cabelos castanhos jogam-os para trás, de modo a não atrapalhar este abraço de quem quer dormir ao meu lado

Nenhum comentário:

Postar um comentário