Páginas

domingo, 12 de agosto de 2012

Homem animal

Abraçava mais não era você
Beijava mais não era você
E, com a dor no peito, a face se desmanchava da alegria á amargura, mais rápido que o piscar de olhos
Lá estava eu, com a linda mulher nua a me-agarrar, matando meu desejo de homem animal
Apunhalando cada vez mais á propria alma

Nenhum comentário:

Postar um comentário