Páginas

sábado, 30 de junho de 2012

Sou eu este alguém que esta vivo

Sou eu este alguém que esta morto

Sou eu este ser andarilho, sem repulsa pela madrugada

Sou eu este som que ecoa livremente pelo espaço sem destino

Nenhum comentário:

Postar um comentário