Páginas

sábado, 10 de dezembro de 2011

180

Já não sei se é valido todo o que vivemos atualmente
Prisioneiro do que construímos, de acordo com o que nos covinha
Se prendendo o que considera melhor, maleando o sentimento onde apaga o que quer
De que adianta?

Domine minha mente
Force-me a loucura
Leve-me onde não fui
Tire-me da onde me acomodei sem ver e por próprio gosto
Faça-me buscar
Entre em minha mente
Entre em meus sonhos

O jogo não é favorável e nem contra

Nenhum comentário:

Postar um comentário