Páginas

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Meu século XXI

Há tanto tempo eu fico procurando aqui
Não me lembro de onde tudo aconteceu e se deu origem
Tantas coisas que busque, onde tudo se esvaiu sem motivo definido
Levando meus sonhos e deixando o desespero de que nem sei mais

De tanto correr atrás do que pensava importante
Fui me cansando, dormia e já não sonhava
Fui deixando o destino decidir
Ele tomou tudo
Deixando-me sem nada
Na sarjeta da vida
E assim fui recebendo pedaços de vida de quem ali deixava cair
Alimentava-me da alma de quem ali deixava um pouco de seu tempo comigo

Tanto que eu corri
Tanto
E fiquei aqui parado
Sou bem vindo aonde não queria estar

Fui para todos os lados em busca de algo
Sem saber mais o que queria
Não sabia onde estava
Ainda tento procurar mais já não a forças para procurar o que foi perdido
Vivo na escuridão, onde perdi o que verdadeiramente sou
Procuro ser eu, ser eu novamente, mais não consigo
Acabei me perdendo tentando me encontrar

Tanto que eu corri
Tanto
E fiquei aqui parado
Sou bem vindo onde não queria estar

(baseado na musica: século XXI – Raul Seixa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário