Páginas

domingo, 20 de novembro de 2011

172

Como se todo lugar que fosse, na minha mente você lá estava
Não me desligo de você

Deixe-me viver aminha vida,
Já ti libertei para viver como quiser.
Não vou interferir mais em nada,
Não te procurarei para dizer que te amo
Agora liberte minha mente para que eu possa viver

Detesto quando de propósito você aparece no jornal que eu leio
Quando escuto seu nome nas canções
As frases soltas que desejava tanto que você para mim falasse

Estou gritando
Desesperadamente
Liberte-me

Estou gritando
Desesperadamente
Liberte-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário