Páginas

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

167

Como se todos que tivessem a minha volta não me vissem
Invisível eu sem destino certo
Passando despercebido por entre multidões
Sem saber o que tanto olham
Na verdade pouco me importo
Tento apenas seguir meu caminho
Do qual eu não sei
Só quero cumprir minha sina
Não quero arrastar queixumes comigo
Assim quero a felicidade buscar

Nenhum comentário:

Postar um comentário