Páginas

sábado, 1 de outubro de 2011

92

Nada interfere
Mais um dia normal sem expectativa
A mesma sina a mesma rotina
O falso bom humor ainda permanece
Sempre com o sorriso amarelo mudo sem saber direito por que ri
Ri para não chorar
O que o mundo fez para rir assim?
Fica buscando sentido em tudo
Incapaz de se libertar
Da corrente presa em seu pescoço

Nenhum comentário:

Postar um comentário