Páginas

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

112

Quero ter medo de disser “eu te amo”
“amor” palavra que para mim se tornou tão insignificante que ficou fácil disser
Hoje a manipulo como melhor me convier
Perdi o respeito por esta
Enquanto esta não disse sabia exatamente o sinônimo
Eu a disse e a perdi
Ela se foi
De um modo tão banal
Como se nada tive-se dito
Enfim ela matou a palavra
Ela matou o amor
Ela matou meus sentimentos
Ela me matou
Mais eu estou vivo
E esta morte me dói
Simplesmente dói e afeta ainda

Nenhum comentário:

Postar um comentário