Páginas

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

111

Por uma desilusão bloqueei meus sentimentos
Não sentei mais o que por um ex-amor senti
Privei-me de amar por medo de sofrer o que sofri em outrora
Porem
sinto falta de sentir o que sentia
Então mesmo não confiando em quem esta do lado
Tento amá-la como amei outra
Mais percebo que fui tão forte e decidido que esqueci não somente a dor
Mais também a forma de amar
Como se tive-se cortado a celular dos sentimentos
E privado-me do que se diz sentido da vida
Ou ser realmente feliz
Evitando o meu desespero
É que me vejo desesperado
E nesse momento parece que escuto a canção na minha mente
“ainda que eu falasse a língua dos homens,
Que eu falasse a língua dos anjos,
Sem o amor, eu nada seria...”

Nenhum comentário:

Postar um comentário