Páginas

domingo, 25 de setembro de 2011

77

Toda vida você pode e fez suas escolhas
O seu destino tu fizeste
Toda ação tem suas conseqüências
Todo ato tem suas represarias
Não há culpados para tua sina
Se não a ti mesmo
Por ti fiz tudo
Lhe dei a oportunidade de errar
Mais você sabia que era um teste
Esta seguindo o rumo que traça na vida
Colhera os frutos da semente que plantaste
Não te desejo mal, pelo contrario, mais o livre arbítrio foi lhe dado
Tu, tu escolhestes o final

Nenhum comentário:

Postar um comentário