Páginas

sábado, 24 de setembro de 2011

75

Fugiu de casa
Era só uma criança
Com tudo revoltado
Não sabia o que queria
Só queria saber o que querer
Se sentia culpado
Sem saber do que
Deixando tudo para traz
Já não acreditava em Deus
Na sua vida já muito ocorreu
A procura da felicidade
Só mais amargura encontrou
Na luta contra o mundo
De tanto perder foi aprendendo a jogar
Seu desatino era o próprio sua existência
Desafiou tudo na terra
Desafiou até forçar ocultas
Onde Deus e o Diabo tiveram que lhe - banir
Para onde já não se o sabe mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário