Páginas

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

55

Eu vera o que tu não enxergaste
Eu questiono o que tu ignoraste
Mesmo com receio, demonstro minhas duvidas, propósitos e conclusões
Sou igual a você, sou diferente
Sou diferente de mim mesmo
Infinitos seres dentro de uma só estadia
Conflitos são inevitáveis
E sempre a o destacamento de um perante as situações e oportunidades
Faces do meu eu morre a cada momento, e nascera outro no lugar, ou mesmo renascera

Nenhum comentário:

Postar um comentário