Páginas

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

33

Fugir do sofrimento
Viver sofrendo sem saber
Dizer amor sem amar remorsio momentâneo, tormento da alma
Mostrar fragilidade jamais, passar direto pelo caminho acostumado
Covardia sofrer a dor que conhece, mais coragem de continuar sofrendo
Ver passar não causa nada, posteriormente angustia
Amargura tal forma que não reage na luta
Apanha calado, apenas deixa bater
Querer sentir raiva para poder brigar
Buscar a morte lentamente para que piedade tenha
Ruim o bastante para martirizar-se para não ver
Desejando loucamente ver
Não lei para não saber que sou eu
Leia para saber que é você

Nenhum comentário:

Postar um comentário