Páginas

terça-feira, 9 de agosto de 2011

3

Ao pressentir chegar o momento da partida
Sinto certa nostalgia
Por saber que não a escolha
Nem ao menos esforço físico ou mental
Pensamentos vagueiam
E nos arquivos em minha mente
Encontro corroídos lapsos de memória
Dos quais não tenho certeza se foi realmente fatos ocorridos
Ou situação onde imaginava tentando prever assuntos incertos ou que poderia ter acontecido
Estes que de tanto ver e rever, se embaralhão entre os realmente ocorridos e os mentalizados
Encontro chaves para as portas por mim trancadas
Inconscientemente para evitar a dor
Revejo amores e desilusões
Devaneios e desenganos
Que foram meus desatinos durante minha estadia
Da qual não voltarei jamais

Nenhum comentário:

Postar um comentário